quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

11-"Mas esta barriga está cada vez maior!"

O tempo de muito frio tinha chegado e hoje era mais uma manhã daquelas geladas. Estavam a meio de Dezembro.
Aos poucos Ana ia despertando, parecia ser cedo mas o frio e algum barulho ao seu lado fizeram-na abrir os olhos. Ao seu lado estava Slimani, sentado na cama e com a sua cabeça poisada nos joelhos.
-Está tudo bem?-Ele levantou a cabeça, surpreendido por Ana estar acordada. Os seus olhos mostravam que algo não estava bem pois algumas lágrimas escorriam-lhe pelos olhos.-Estás a chorar...o que é que se passa?

-Tenho saudades de casa. Da minha irmã, da minha mãe, da minha vida lá...-Os últimos dois meses foram complicados para o jovem, entrava sempre no fim dos jogos do Sporting e a mãe e irmã tinham voltado à Argélia.

-Estás quase a ir visitá-los! Tem calma!-Ana abraçou-o e limpou-lhe as lágrimas.

-Pensei que a adaptação ia ser mais fácil.

-O que é fácil não tem piada. Pensa que os poucos minutos a jogares serão os primeiros de muitos. E pensa que daqui a uns dias estás na Argélia.-Estavam a quatro dias do Natal. Slimani iria à Argélia e Ana passaria em Portugal com a sua família.

-Eu sei. Se não fosses tu e o nosso filho, acho que já tinha desistido. Como é que vocês estão?-Ana estava de cinco meses de gravidez, os enjoos tinham passado e a sua barriga estava cada vez maior.

-Estamos bem. Os enjoos passaram finalmente. Mas esta barriga está cada vez maior!

-E linda!-Slimani deu um pequeno beijo a Ana e depois na sua barriga.

A razão da minha força! Amo-vos!

Aproveitou ainda para partilhar aquele momento nas redes sociais mostrando, pela primeira vez, a barriga da sua namorada.
-E desculpa se sou injusto quando tenho vontade de deixar tudo e ir para a Argélia.

-Não tens de pedir desculpa. Se fosse eu a ir para lá, também ia querer deixar tudo para vir para cá.

-Mas tens 18 anos e não mostras medo nem dúvidas em relação a tudo o que estás a viver já.

-Quase 19! Eu tenho medo, tenho medo que chegue o dia que o nosso filho nasça e que algo não corra bem. Dúvidas não tenho, apenas receios. Mas sabes...contigo ao meu lado, tudo desaparece.

-Amo-te tanto!-Trocaram um beijo apaixonado e como Slimani ainda tinha tempo antes de sair para mais um treino, aproveitaram aquela altura para um momento de muito amor, união e entrega um ao outro.

5 Dias Depois... 
A véspera de Natal tinha passado a voar. O dia de Natal também já estava quase terminado. Ana não via Slimani à dois dias e já lhe parecia uma eternidade.
O que lhe estava a custar mais é que o dia 26 significava o seu aniversário mas o seu namorado não iria estar presente, só voltava dia 28.
-Bom Dia Mãe!-Disse, assim que chegou à cozinha, ainda meio ensonada.

-Bom Dia Filha! Parabéns!

-Obrigada mãe!

-Não pareces nada animada.

-Falta aqui uma pessoa.

-Uma não, muitas. 

-Quem é que vem cá?

-Vem os teus avós, tios e primos. Eu sei que querias o teu namorado cá mas tens de perceber que ele tem a família dele.

-Sim eu sei. Mas eles nem festejam o Natal.


-Mas secalhar, mesmo assim, gostam de estar em família.

-É, tens razão.

-E ele deve ligar-te!

-Ai dele que não ligue!-Deu um beijo à mãe e foi até ao quarto arranjar-se. Estava a sair da casa de banho quando o seu telemóvel tocou.

-Bom Dia Princesa!-Ouviu-se do outro lado.

-Bom Dia!

-Muitos Parabéns! Como é que está o meu príncipe?Tenho saudades vossas.

-Obrigada! O nosso príncipe está com saudades do pai. Mas a tua princesa ainda tem mais.

-Muitas?

-Sim!

-Então vai à tua porta, que deixei lá uma surpresa para ti.

-Deixas-te? Tu? Como, se não estás cá?

-Sou mágico!

-Estou a ir mas...é o que?

-Abre lá a porta!-Finalmente chegou ao pé da porta, abriu-a e não queria acreditar no que via. Tinha quem tanto queria à sua frente. Slimani estava ali juntamente com a sua mãe e irmã.

-O que é fazes aqui?-Perguntou desligando só naquele momento a chamada.

-Primeiro que tudo...Parabéns!-Disseram os três.-E depois...achas que eu ia deixar-te passar, sem mim, o teu primeiro aniversário desde que estamos juntos. Não podia. E hoje fazemos 6 meses desde que estamos juntos!

-Mas tu ias ter com elas...-Disse olhando para a mãe dele e irmã.

-E fui...

-E quando eu soube  que fazias anos, propus virmos para cá. Assim estamos todos juntos.-Disse a mãe de Slimani para depois entrarem em casa.

-Isto é para ti!-Disse o rapaz, dando-lhe uma sesta de flores.-E isto é para o nosso filho!
-Gosto tanto! Obrigada!-Deu-lhe um beijo e depois apresentou a Mãe de Slimani à sua mãe. Depois voltou à sala com Slimani enquanto Maria e a mãe de Slimani ficaram na cozinha.

-Como é que foi estes dois dias na Argélia? O teu pai?

-Correram bem. Boa pergunta!

-Boa pergunta? Como assim?
--------------------------------------------------------------------------------
Olá a Todas!
Espero que tenham gostado deste capítulo! Fico à espera das vossas opiniões que são muito importantes!
Beijinhos,
Sofia

3 comentários:

  1. Olá!

    Oh isto de começar com o fofo a chorar deixa logo uma pessoa triste, e a foto? que coisa boa aquela barriguinha! Mas esta prenda de anos?! Oh cristo que amor, amei amei mesmo eles são tão fofos, mas e o pai? como assim 'boa pergunta'? desapareceu? Se o fez a mae e irmã podiam mesmo ficar em portugal, ao menos não iam para aquela religião esquisita!

    Estou ansiosa por mais, beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Hello :)
    Sorry..mas eu ultimamente ando mt esquecida :P
    Mas já li e adorei :)
    E quero mais :)

    ResponderEliminar